Notícias

» Realities


SuperStar: Grupo Zueira, Vibrações e StereoSound não passam pelo Super Filtro

Por Gabriel Calvino

Publicado em 08/06/2015 01:15

Devir

Devir Créditos: Reprodução/TV Globo

Anterior

  • Devir <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Lucas e Orelha <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Scalene <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Versalle <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Big Time Orchestra <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Os Gonzagas <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Vibrações  <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>
  • Grupo Zueira <span class='credits'>Créditos: Reprodução/TV Globo</span>

Anterior

Nesse domingo (07) foi a primeira noite da fase SuperFiltro. Agora, nove bandas, três de cada jurados, competiram entre si para decidirem as seis melhores para seguirem para próxima fase. A apuração foi tensa e as casas decimais decidiram o ranking. Com isso, as bandas Grupo Zueria (71.59%), Vibrações (71.49%) e StereoSound (61.59%) foram eliminadas.  

Resumo do primeiro dia da fase SuperFiltro.  

A noite começou com a banda Os Gonzagas, do time da Sandy cantando uma mistura das músicas “Expresso 2222” de Gilberto Gil e “We Will Rock You” de Brian May. A banda fez sucesso com o público e com os jurados. Ela terminou com 74% dos votos.

A segunda banda da noite foi a banda Big Time Orchestra, cujo padrinho é Paulo Ricardo. Eles cantaram "Vapor Barato", "Cantaloupe Island" e "Zoot Suit Riot". Arrancaram elogios dos jurados, que elogiaram a voz e a dança do grupo. Finalizaram com 71% dos votos. 


A próxima da noite, foi a banda Scalene, apadrinhado por Paulo Ricardo, que cantaram uma música autoral chamada “Náufrago”. O rock faz sucesso rapidamente com o público, e rapidamente a tela sobe. Ganha elogio do padrinho que solta “Minha favorita”. Atingiu 77% dos votos.


A quarta a se apresentar, foi a banda baiana, Lucas e Orelha, do cantor Thiaguinho. Ela cantou uma música autoral chamada “Não Vou Esperar” que muito agradou os jurados e o público. Eles os aplaudem de pé e dizem que essa música tem cara de hit. Eles finalizaram com 77% dos votos.

A quinta a defender a sua permanência, foi a banda Versalle. A banda cantou a música “Ando Meio Desligado” dos cantores Arnaldo Baptista, Rita Lee e Sérgio Dias. Eles conseguiram o “sim” da Sandy, sua madrinha, que afirmou que a banda tem personalidade e que vão longe. Totalizaram 77%.

A sexta banda a se apresentar foi a banda Devir. Eles cantam uma música autoral chamada “Da Janela” muito aceitas pelos técnicos. Sua madrinha Sandy afirmou que enxergou a banda de verdade depois da autoral “Vocês já estavam imprimindo a personalidade de vocês, mas agora isso se confirma”, afirma. Acabaram com 74%.

A sétima banda foi o Grupo Zueira. Eles apresentaram uma música que misturava a “Quero Toda Noite” de Jorge Benjor e a “Ela Vai Voltar” de Charlie Brown Junior. Conquistaram os jurados, o público e arrancam elogios do padrinho Thiaguinho. Fecharam com 71% dos votos.

A penúltima a se apresentar foi a banda Vibrações. Eles apresentaram um música autoral chamada “A Nuvem Passará”. Eles ganharam elogios do padrinho Thiaguinho, mas não tanto do público. Acabaram a apresentação com 69% dos votos.

A última a se apresentar foi a StereoSound, apadrinhado por Paulo Ricardo. Cantaram uma releitura de “Ideologia” de Cazuza e “Queimando Tudo” de Planet Hamp. A banda não foi muito bem aceita e a tela só subiu nos últimos instantes. Terminaram com 61%.

Nessa fase, três convidados tem o direito cada um de dar mais 2% para as suas bandas escolhidas. Os convidados dessa noite foram Paula Toller, Samuel Rosa e Paulinho. Rosa escolheu a banda Vibrações; Paula, a banda Big Time Orchestra e o cantor de axé, Devir.

Comentários »



f">