Notícias

» Realities


ANÁLISE: No MasterChef, a despedida de Iranete

Por Guto Martini

Publicado em 15/07/2015 15:00

MasterChef

De cabeça erguida, Iranete é eliminada do MasterChef Brasil. Créditos: Reprodução/facebook.com/masterchefnaband

Ontem (14), o MasterChef foi excepcionalmente bom. O Cristiano há muito me incomodava com seu jeito raivoso e vingativo, ficava inconformado com suas reações infantis em relação à Iranete. Ele levou esse sentimento de ódio inexplicável durante grande parte do programa. Foi preciso uma mediadora (Carla, melhor participante do MC) para colocar panos quentes em cima da situação. No entanto, mesmo com o esforço da Carla, só senti que o baiano realmente melhorou hoje, depois do banho de humildade e sensatez que sua rival deu nele. 

Ao ser eliminada, Iranete fez a saída mais rica e emocionante do programa: deu um abraço em Cristiano, mostrou que todo aquele vendaval que ele estava fazendo era desnecessário e ainda fez o cara engolir toda a arrogância. O mais lindo foi que ela fez isso com o coração, sem precisar de verborragia. Foi elegante, madura e corajosa. De quebra, ela conseguiu arrancar lágrimas da Paola (DA PAOLA!). Gosto disso: de maturidade, emoção sincera e sensatez. Espero que o Cristiano tenha aprendido e melhore seu jeito no desenvolver do programa.

Isso me fez pensar numa coisa: nem todo reality show precisa ser ruim. Pelo contrário. Quando a coisa é bem feita, ela vai além do voyeurismo gratuito e oferece um interessante jogo de relações humanas. Basta o espectador ter a boa vontade de enxergar isso... nem sempre há.

Mais sobre » TV Bandeirantes , Master Chef

Comentários »



f">