Esporte

» Educação


Enem abre inscrições com maior aderência nas universidades

Por Beatriz Vilanova

Publicado em 26/05/2015 16:56

Enem promete maior dificuldade em seu conteúdo neste ano. Créditos: Divulgação

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), responsável não só pela avaliação da média dos estudantes brasileiros, mas também por colocar vários deles em universidades federais, abriu suas inscrições ontem.  

Neste ano, a prova terá aplicação de suas duas partes nos dias 24 e 25 de outubro, custando R$ 63,00 (um reajuste de R$ 28,00 sobre o que era cobrado desde 2004). Inscritos que terminaram o ensino médio em escolas públicas ou apresentarem certificado de carência econômica estão isentos da taxa.  

Prometendo mudanças na aplicação da prova e na dificuldade, que deverá ser maior, o Ministério da Educação (MEC) espera que 9 milhões de estudantes inscrevam-se em 2015.
 

O ENEM vem ganhando também cada vez mais espaço nas universidades. Neste ano, 28 das 42 unidades da USP pretendem utilizá-lo como alternativa à Fuvest. Segundo a reitoria da universidade, 15%  das vagas deverão ser destinadas para o exame. A Escola de Comunicação e Artes (ECA), a Engenharia de São Carlos, a Poli e a USP Leste são algumas das unidades que ainda não aceitaram a utilização do Enem como método de avaliação. O percentual exato, assim como as unidades que adotarão a prova, poderão ser comunicados com exatidão até 12 de junho. Mas a meta da reitoria, ao reconhecer o Enem como método de avaliação, é de que em três anos, pelo menos metade dos estudantes da USP sejam de escolas públicas.
 

Os interessados em realizar a prova terão até o dia 5 de junho para fazer suas respectivas inscrições e até o dia 10 do mesmo mês para pagar a taxa de inscrição.  

Para inscrever-se ou obter mais informações sobre o Enem, acesse aqui.

Mais sobre » Enem

Comentários »



f">