Esporte

» Cotidiano


Acusado de roubo percebe que juíza é amiga de infância e começa a chorar

Por Redação

Publicado em 03/07/2015 18:25

juiza_reconhecimento_eua

Réu se emociona quando reconhece juíza, uma velha amiga de infância. Créditos: Reprodução/Youtube

O julgamento de um homem, suspeito de roubar um carro nos Estados Unidos, se tornou um reencontro emocionante. Durante o processo, a juíza Mindy Glazer acabou reconhecendo o réu, Arthur Booth, um velho amigo de infância.

"Senhor Booth, tenho uma pergunta. Você frequentou [a escola] Nautilus?", questionou a juíza enquanto tentava conter a emoção. "Oh meu Deus! Oh meu Deus!", disse o homem ao olhar para ela. O caso aconteceu na última terça-feira (30).



Booth, detido por roubo qualificado de um veículo e resistência à prisão, não conteve as lágrimas, abaixou-se sobre uma mesa à sua frente e levou as mãos à cabeça.

"Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor. Ele era o garoto mais legal da escola, foi o melhor menino do ensino fundamental", afirmou a juíza. "Eu costumava jogar futebol com ele, e olha o que aconteceu".

A juíza, triste com o destino de seu amigo, deu conselhos para que o homem aprendesse a lição e mudasse de vida. "Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte", disse ela. "Espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa".

Booth foi flagrado dirigindo um Honda Accord dourado que teria sido usado no assalto a uma residência. Quando um policial tentou parar o veículo, Booth acelerou, dando início a uma perseguição. O acusado deve permanecer preso enquanto não pagar uma fiança de R$ 135 mil.

Mais sobre » polícia , Estados Unidos

Comentários »



f">